Visitantes

................................................................................................

.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Retrospectiva 2010


2010 foi, sem dúvida, um ano excepcional. E não apenas para a produção teatral portoalegrense, como muitos vêm afirmando (com justiça) por aí, mas principalmente para a dramaturgia gaúcha, que vem ganhando cada vez mais impulso nos últimos anos e que em 2010 viveu um momento criativo ímpar. Espetáculos como Wonderland e o que M. J. Encontrou Por Lá, dos Sarcáusticos, Homem Que Não Vive da Glória do Passado, da Cia Espaço EM BRANCO, Trago Sorte, Mentira e Morte, do Grupo Cerco, Milkshakespeare, da Cia. Faces & Carretos, e Clube do Fracasso, da Cia Rústica, são apenas alguns exemplos do quanto os grupos estão investindo na dramaturgia local e do quanto, com isso, a linguagem dramatúrgica está se renovando por aqui, em sincronia com a expansão dos limites da cena contemporânea no mundo todo.

Eu, de minha parte, um dramaturgo em atividade e imerso nessa cultura por vezes engessada, preciso dizer que 2010 foi um ano simplesmente inesquecível. Nesses últimos 12 meses trabalhei em uma sequência por vezes exaustiva, porém imensamente gratificante, de projetos diversos, que inclui 08 estreias de peças minhas (considerando os 3 episódios de Hotel Fuck, mas SEM considerar as duas peças que formam, de fato, O MAPA_Prédio 255), 02 debates sobre dramaturgia, uma leitura dramática de um texto de Ivo Bender, um roteiro para um prêmio de teatro, revistas educativas para crianças e adolescentes, e mais inúmeros projetos que estão na espera para serem levados à cena em 2011.

Então, através desta mensagem, gostaria de agradecer a todos os artistas, técnicos, amigos e incentivadores, pelos convites, parcerias e todas as coisas maravilhosas que ocorreram em 2010, e dizer que – se depender da minha vontade – em 2011 faremos tudo de novo... e melhor!!!

Obrigado a todos – e a cada um de vocês – que fizeram do meu 2010 um ano totalmente Rock 'n' Roll. E feliz 2011!!! Que seja 2011 vezes melhor!



RETROSPECTIVA 2010:


JANEIRO
* O espetáculo Teresa e o Aquário é indicado em quatro categorias do Prêmio Açorianos de Teatro 2009, incluíndo Melhor Dramaturgia e Melhor Atriz;

* Começam os encontros para a criação da concepção e dramaturgia do monólogo Nove Mentiras Sobre a Verdade;


FEVEREIRO
* Começam os ensaios de Viagem Ao Mundo da Eletricidade, espetáculo músical que faz parte do projeto educativo Caravana RGE, com músicas compostas por Marcelo Delacroix e Beto Chedid, coreografias de Carlota Albuquerque e direção cênica de Adriane Mottola;


MARÇO
* Acontece a cerimônia de entrega dos Prêmios Açorianos de Teatro e Dança e Tibicuera de Teatro Infantil 2009, com roteiro escrito por mim, direção de Adriane Mottola e participação dos atores da Cia Stravaganza;


ABRIL
* Sou convidado para escrever Hotel Fuck, a nova peça da Santa Estação Cia de Teatro;

* Participo da leitura dramática da peça Diálogos Espectrais, de autoria de Ivo bender, ao lado dos atores Luiz Paulo Vasconcellos, Giselle Cecchini e do dramaturgo Júlio Conte, dentro da programação do Festipoa Literária 2010;


MAIO
* Escrevo as revistas educativas para o projeto Caravana RGE;


JUNHO
* Estreia Peru, NY, dirigido por Tatiana Vinhais e Ian Ramil; (CLIQUE AQUI para ler a crítica sobre o espetáculo)


JULHO
* Estreia Viagem ao Mundo da Eletricidade;


AGOSTO
* Começam os ensaios de O MAPA_Prédio 255;


SETEMBRO
* Participo de dois debates sobre dramaturgia, um dentro da programação do 17º Porto Alegre Em Cena, e outro como parte das atividades do V Aldeia SESC Capilé;


OUTUBRO
* Estreiam os 3 episódios de Hotel Fuck - Num Dia Quente a Maionese Pode Te Matar, dirigidos por Jezebel de Carli.


NOVEMBRO
* Estreia o monólogo Nove Mentiras Sobre a Verdade, dirigido por Gilson Vargas. (CLIQUE AQUI para ler a crítica sobre o espetáculo);


DEZEMBRO
* Estreia O Mapa_Prédio 255, dirigido por Tatiana Vinhais. (CLIQUE AQUI para ler a crítica sobre o espetáculo);

* Nove Mentiras Sobre a Verdade recebe 2 indicações ao Prêmio Açorianos de Teatro 2010, nas categorias Melhor Dramaturgia e Melhor Atriz;

* Estreia Ghost - Que Diabos Estou Fazendo da Minha Morte, espetáculo adaptado de contos do Woody Allen, dirigido por Fernando Kike Barbosa;

* Vanise Carneiro recebe o Prêmio Açorianos de Melhor Atriz 2010 pelo seu trabalho em Nove Mentiras Sobre a Verdade.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...